Ore por Maryam Naghash do Irã

Ela iniciou uma greve de fome em protesto pelas péssimas condições em que foi submetida a viver, além da falta de tratamento médico adequado para seus atuais problemas de saúde.

A prisioneira cristã Maryam Naghash Zargaran necessita de assistência médica urgente. Maryam é de origem muçulmana e se converteu ao cristianismo há três anos, ocasião em que foi presa em Teerã, capital do Irã. De acordo com relatórios da Portas Abertas, ela iniciou uma greve de fome em protesto pelas péssimas condições em que foi submetida a viver, além da falta de tratamento médico adequado para seus atuais problemas de saúde.

A família e amigos estão preocupados e pedem orações de todos os cristãos. Segundo informações internas do presídio, a situação é grave e ela está prestes a entrar em coma. Maryam tem histórico de problemas cardíacos e ultimamente teve fortes dores de cabeça, além de ter passado por uma depressão severa. “Ao pedir saída da prisão para receber tratamento adequado, por meio de seu advogado, o promotor não permitiu. Ela está presa desde 2013, acusada de agir contra a segurança nacional e sua pena foi de 4 anos.

Os cristãos iranianos têm enfrentado séria perseguição em seu país. As reuniões entre eles são monitoradas pela polícia secreta, onde frequentemente são submetidos a longos interrogatórios. O cristianismo é considerado uma influência ocidental condenável e uma ameaça iminente para a República Islâmica. Especialmente porque o número de cristãos está crescendo e pessoas de todas as idades estão deixando o islamismo para se converter ao cristianismo, entre elas líderes políticos e religiosos. Lembre-se deles em suas orações.

Leia mais
Saúde da cristã Maryam Zargaran é agravada na prisão
No Irã, mais de 20 pessoas foram presas durante o Natal

Pedidos de oração

 

  • Peça a Deus pela saúde de Maryam, que ela se restabeleça e permaneça firme em sua fé.
  • Ore para que ela receba tratamento adequado e que seja liberada para ser tratada em um hospital.
  • Interceda por essa situação e clame a Deus por estratégias. Que o advogado dela consiga abreviar seus dias de prisão.
  • Ore também pelos cristãos iranianos que ainda se encontram presos.

 

Fonte: Portas Abertas – www.portasabertas.org.br

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: