FOTÓGRAFO MOSTRA QUANTO DE DINHEIRO É NECESSÁRIO PARA COMPRAR COISAS BÁSICAS NA VENEZUELA

POR MATEUS GRAFF

Imaginem comprar um quilo de carne por um preço e, no outro dia, esse preço dobrar… Essa é a realidade da hiperinflação que a Venezuela está vivendo, tendo seu dinheiro quase sem valor algum. Pois bem, ontem (20/08/2018) entrou em vigor o plano de recuperação econômica de Nicolás Maduro, presidente da Venezuela. Seu plano é tentar espantar a tal hiperinflação do país.

Só para vocês terem uma ideia, a inflação da Venezuela pode chegar a 1.000.000% neste ano. Uma das medidas a ser tomada é a entrada em circulação de uma nova moeda (bolívar soberano), que tem cinco zeros a menos que o bolívar forte.

Mas vem cá, você tem uma noção de quanto custavam as coisas na Venezuela até o momento da inserção do novo plano econômico e da nova moeda? Para ilustrar como a inflação deixou as coisas caras, o fotógrafo Carlos Garcia Rawlins resolveu fazer imagens com o tanto de dinheiro que era preciso para comprar as coisas mais básicas, como arroz, tomate, macarrão e sabonete. Confiram o resultado e tirem suas próprias conclusões:

Frango

Quanto você paga no quilo do frango na sua cidade? Na Venezuela, um frango de 2,4 kg saia por mais ou menos 14.600.000 bolívares (o equivalente a US$ 2,22) em Caracas.

Papel higiênico

Aqui no Brasil temos o costume de comprar um pacote com cerca de 12 rolos de papel higiênico, por exemplo. Na Venezuela um rolo (isso mesmo, apenas um rolo) saia por mais ou menos 2.600.000 bolívares.

Cenoura

Sabe quanto saia essas cenouras da imagem? Por incrível que pareça, cerca de 3 milhões de bolívares.

Arroz

Já o arroz não saia por menos que 2.500.000 bolívares.

Absorvente

As mulheres estavam pagando 3.500.000 bolívares para manter a higiene pessoal.

Tomate

O quilo do tomate para os venezuelanos saia por mais ou menos 5.000.000 de bolívares.

Queijo

Os mineiros provavelmente iriam odiar morar na Venezuela. O quilo do queijo lá custava 7.500.000 bolívares.

Fralda

Já o pacote de fraldas, algo necessário em muitas famílias, era vendido por 8.000.000 bolívares.

Carne bovina

Para comprar um quilo de carne, caros leitores, era preciso mais ou menos 9.500.000 bolívares.

Sabonete

Agora imaginem pagar 3.500.000 bolívares em um sabonete, sendo que aqui no Brasil ele sai por menos que dois reais.

Macarrão

O macarrão, um dos alimentos mais baratos e que alimenta milhares de famílias, estava sendo vendido a 2.500.000 bolívares.

Mas e você, ficou espantado com o preço das coisas na Venezuela? Comente!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: